Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

O sensacional projeto Horta no Poste

               Plantando temperos em postes de São Paulo, o coletivo Escala Humana incentiva as pessoas a cuidar da Natureza e interagir com a cidade.

457076-600x600-1

         Em meio aos prédios comerciais e o movimento dos carros na Avenida Paulista, em São Paulo, uma pequena horta presa ao poste na esquina da Rua Maria Figueiredo e a famosa avenida passa quase despercebida por quem caminha com pressa pelo local. Chamada de Poste Parade, a intervenção é fruto de uma iniciativa do coletivo Escala Humana, que espalhou temperos e hortaliças por mais de 100 postes da cidade em uma tentativa de trazer um pouco de Natureza para a acinzentada São Paulo.

horta_no_poste_1200_7442

              Questionamentos sobre a relação entre cidade e seus habitantes foram as principais motivações para a criação do projeto. “Nós tínhamos algumas inquietações sobre São Paulo. Queríamos entender por que as pessoas não se sentem parte da cidade e como podemos gerar essa sensação de pertencimento”, explica Dayana Araújo, integrante do coletivo. O grupo viu que as hortas seriam uma boa maneira de tornar a cidade mais agradável e bonita aproveitando as estruturas já existentes, afinal, elas incentivam o cuidado com a Natureza e o compartilhamento de resultados entre os moradores.

coletivo-espalha-mudas-temperos-postes-sao-paulo

       A Poste Parade começou em 2014, ano em que alguns membros do coletivo participaram de um projeto que une jovens interessados em mudar a cidade e incentiva a criação de ações transformadoras. Depois de expedições por São Paulo, conversas com moradores e muita pesquisa, eles decidiram que, por conta da praticidade, a melhor opção era fixar as hortas em postes. “Eles estão em toda parte, têm formato semelhante e permitem fixar as horta na altura dos olhos”, conta Dayana.

             Os temperos, comprados com dinheiro dos integrantes do coletivo, são plantados em suportes feitos a partir de sacolas de feira reaproveitadas, o que deixa a composição ainda mais colorida e sustentável. A primeira horta foi instalada no poste da Rua Maria Figueiredo e depois o modelo foi replicado para outros postes espalhados pela cidade.

457079-400x600-1

                  Dayana conta que, na maioria das vezes, os postes são “adotados” por pessoas que moram perto. Elas dedicam algum tempo para regar as mudas de manjericão, hortelã, orégano, salsa e tantas outras espécies. Aos poucos as folhinhas são colhidas por quem vive na região ou por quem passa pelas ruas para serem usadas na cozinha. Junto com as plantas, as pessoas levam algumas poesias deixadas pelo grupo e são incentivadas a substituí-las por outras novas.

          Embora Dayana diga que, desde que tenha postes, qualquer rua pode receber o projeto, o grupo toma alguns cuidados ao escolher os locais onde as hortas serão fixadas. “Os postes não podem estar rachados nem ter fios de energia soltos”, explica.

escala_humana_2-1

     Ela também revela que o exercício de plantar nesse tipo de estrutura exige desprendimento: intempéries, como vento e chuva, podem estragar ou derrubar as hortinhas. Além disso, nada impede que os temperos e hortaliças sejam levados por alguém.

       “As intervenções são efêmeras e, por isso, não há como precisar quantas existem atualmente. Mas, mesmo a curto prazo, elas despertam o olhar das pessoas para a cidade”, explica Dayana.

Texto – Marina Gabai

1jul2015-

      Ta aí uma moda que poderia pegar hein?!

      O que achou da ideia? Deixe seu comentário! 😉

Comments

comments

Posts relacionados

15 respostas para “O sensacional projeto Horta no Poste”

  1. Carlos Manuel Maia Ramos disse:

    Bom dia : Preciso saber se em Portugal existe torta de mamona e farinha de osso, isto é adubo orgânico para plantas. Se existe onde comprar ? Obrigado pela vossa atenção.
    Carlos Ramos

  2. Edio Gantois Junior disse:

    Simples e eficiente, gostei !

  3. Helena M. Kresch disse:

    Achei a ideia sensacional. Espero que siga adiante e ajude aos paulistas a terem uma horta sempre verde e bem cuidada.

  4. Maravilhosa esta ideia, estou seriamente pensando em coloca-la em prática com meu alunos do Curso Mundiar (Ensino Médio) na nossa cidade. Moramos em Redenção no Estado do Pará. Trabalho na Escola Estadual de Ensino Médio “Maria Benta Oliveira de Sousa, e desejo que me oriente como realizar este plantio nos postes. Aguardo ansiosa sua ajuda.
    Desde já agradeço por sua ajuda.
    Abraço.
    ATT.
    Professora Selma Balbino.

    • Loja Plantei disse:

      Olá Luzia.
      Parabéns pela atitude. Muito legal de sua parte incentivar o projeto.

      O plantio deve ser realizado nestas sacolas de feira, como nas imagens.

      Não há segredo.

      Basta utilizar terra vegetal. Por se tratar de postes que ficarão expostos ao sol, é necessário o uso do Forth Gel, que reterá a água, afim de manter a terra úmida por muito tempo, dispensando regas diárias.

      Quanto aos temperos, fica a seu critério, mas sugerimos os da matéria, como hortelã, manjericão, salsa e outros do tipo.

      Um abraço! 🙂

      • luziaselma disse:

        Obrigada pela orientação, em breve colocaremos este Projeto em prática e assim que realizarmos nossos objetivos, enviaremos fotos a vocês. Vamos reciclar pneus para combater os mosquitos e deixar a cidade limpa, bonita e saudável.
        Um abraço!
        Att.
        Selma Balbino.

  5. Carlos Manuel Maia Ramos disse:

    Bom dia : Aqui em Portugal as pequenas hortas de cidade são nos pequenos pedaços de terra que existe nas traseiras ou laterais dos apartamentos. No que diz respeito ás arvores , postes de luz ou telefone existem vasos com uma mistura de várias flores coloridas , o que as torna muito bonitas e apreciadas pelas pessoas mais propriamente turistas.
    sem outro assunto: Carlos Ramos

  6. Míriam disse:

    Amei a iniciativa….principalmente eu que moro no interior, que é muito fácil encontrar um cantinho para semear temperos, quando vou a São Paulo me arrepio, pois a nossa visão desta cidade não é uma das melhores. Assim, esta proposta deixa os paulistanos mais alegres e muda um pouco a minha visão em relação a esta cidade, parabéns pelo projeto e que as suas raízes se estendam por todos os lados e frutifíquem.

  7. luziaselma disse:

    Dinâmico e criativo, foi pegar a deixa da ideia e realizar este projeto com meus alunos.

  8. arlene de almeida disse:

    Maravilhoso. ,amo horta. Na minha cidade nem as licheiras ficam inteiras. Gostaria de poder fazer.
    Parabéns pela idéia.

  9. Luma Strobel de Freitas disse:

    Olá! Amo a ideia, e já vi ela nas ruas de SP. Tbm quero fazer com o grupo de adolescentes com o qual trabalho aqui no MT. Gostaria de ajuda quanto a como construir os suportes. Me ajudam?

    Obrigada!!

    • lojaplantei disse:

      Olá, Luma.
      A ideia é sensacional mesmo!
      Infelizmente não temos acesso ao material de construção dos suportes. Visivelmente, nota-se que são feitos com sacolas de feira.
      Se encontrarmos algo sobre enviaremos para você por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio