Now Reading
Cactos floridos – Aprenda a cuidar de espécies que surpreendem pela beleza da florada

       Quando ouvimos a palavra cactos logo lembramos de espinhos correto?

       No entanto, eles possuem outra característica especial que com certeza merece ser lembrada. As flores.

       As flores de cacto são geralmente caracterizadas por cores vivas. O Echinocereus pentalophus por exemplo, desenvolve flores de até 15 cm de diâmetro com pétalas rosa-choque e miolo amarelado. As flores cobrem o cacto quase que completamente durante a primavera. Um espetáculo.

       Já a flor do Ferocactus herrerae, as mesmas cores marcam presença, porém, de forma invertida, tendo o amarelo como predominância. O caule desta espécie cresce em forma de barril e pode atingir até 40 cm de diâmetro.

       Alguns cactos são rápidos e apresentam a primeira florada rapidamente. Já outros, testam a paciência dos cultivadores, levando vários anos para a primeira florada.

Echinocereus_pentalophus_4

       O florescimento é possível quando a espécie atinge a vida adulta.

       Espécies como o Astrophytum myriostigma podem demorar até sete anos para florescerem pela primeira vez. Mas, em compensação, aparecem anualmente durante a primavera e o verão depois da primeira florada.

       Caso queira ter um cacto florido em menos tempo, o quipá (Tacinga inamoena) é recomendado. Nativo do Nordeste brasileiro, a planta é composta por segmentos de caule com formato achatado e ovalado que se espalham irregularmente por até 1 metro de canteiro. As flores costumam aparecer após dois anos de cultivo e despontam nas pontas das estruturas do cacto. As flores contam com uma bela mistura de amarelo e laranja.

       Há espécies em que a dobradinha de floradas coloridas e espinhos vistosos que chama a atenção. O Thelocactus bicolor, por exemplo, é uma destas.

Astrophytum_myriostigma_var._strongylogonum_08

       As flores rosa tem até 10 cm de diâmetro e formam um conjunto exótico com longos espinhos amarronzados cobrindo completamente o caule do cacto.

       Outra espécie conhecida por esta característica é o Eriosyce senilis, porém, de forma mais discreta. As flores de até 5 cm de diâmetro, exibem pétalas em tom magenta vibrante. Os espinhos esbranquiçados contrastam com as flores, mas são mais curtos.

       Os espinhos tem como finalidade espantar os animais que se aproximam desejando aproveitar da água armazenada em seu caule. Substituem também as folhas, reduzindo a área de perda de umidade nas espécies.

       Devido à vida em ambientes adversos, os cactos não dão trabalho para quem os adora a ponto de cultiva-los. Basta apenas lembrar das regas, que apesar de serem pouco frequentes, precisam ser realizadas.

       Quanto ao solo, deve ser poroso e bem drenado. O clima deve ser árido ou semiárido e as regas, a cada dez dias no verão e a cada 20 dias no inverno.

See Also
acessórios para jardinagem

       As podas são dispensáveis pois o crescimento dos cactos é bastante lento.

       Em relação a adubação, superficial, com NPK 10-10-10 e torta de mamona, uma vez ao mês.

DSCN7146Resized

Dica

       Para dar a você que se dedica aos cactos e aprecia sua beleza, a certeza de ter sempre plantas sadias, com flores abundantes e de colorido todo especial, recomendamos o Forth Cactos. Veja o produto em nossa loja clicando aqui.

IMG_4585JPG

Gostou dos cactos floridos? Deixe seu comentário! 😉

Comments

comments

View Comments (12)

Leave a Reply

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Scroll To Top