Rosa do Deserto na cor preta: Mito ou verdade?

2 Comentários

Você já parou para pensar como é difícil encontrar flores na cor preta? Flores nesse tom são realmente incomuns e há uma razão para isso. Essa cor depende de um elemento químico chamado antocianina, que nem sempre está presente na composição das plantas. Somente uma pequena parte delas possuem altas taxas dessa substância e, assim, são capazes de formar pétalas mais escuras. Na verdade, a cor preta praticamente não existe entre as flores em geral uma vez que na maioria das pétalas negras é possível ver ao fundo uma segunda cor, como o vermelho, carmim, violeta ou um tom roxo escuro.

A antocianina ou antocianidina, são pigmentos pertencentes ao grupo dos flavonóides responsáveis por uma grande variedade de cores de frutas, flores e folhas como o vermelho-alaranjado, vermelho vivo, roxo, violeta e azul.

As antocianinas podem apresentar diferentes formas estruturais, as quais podem assumir diferentes colorações. Essas formas podem sofrer interferências de diversos fatores, destacando-se entre eles a temperatura, o nível do pH e possíveis ligações com outras substâncias químicas. No entanto, o pH é o fator que mais influencia na coloração das antocianinas devido a um ambiente mais ácido ou mais alcalino como mostra o exemplo abaixo:

As rosas negras de Halfeti, na Turquia, evidenciam esse fenômeno graças às condições de solo únicas da região e os níveis de pH da água subterrânea, a qual se infiltra desde o rio Eufrates, fazendo com que as rosas florescem na cor vermelha escura na primavera e praticamente negras durante os meses do verão.

A Estância Vitória tem produzido nos últimos 4 anos rosas do deserto em tons mais escuros. Desde então foi registrado variações nos tons das flores em diferentes épocas do ano, o que confirma a instabilidade da cor e nos leva a crer que deve ter uma antocianina específica dos adenium como tem em outras plantas e só precisa ser melhor explorada.

Essa matéria tem por objetivo esclarecer aos compradores de rosas do deserto que a Estância Vitória não é capaz de dar garantias em relação as colorações mais escuras tendo em vista as variantes apresentadas, as quais podem ter relação com fatores bióticos ou abióticos, como explicado acima.

 

Tereza Cordeiro

Estância Vitória Rosas do Deserto – Urupá / RO

 

2 respostas para "Rosa do Deserto na cor preta: Mito ou verdade?"

  • E VOCE COMERCIALIZAM SEMETES PARA O RESTO DO PAIS, ME INFORMEM E ME DIGA COMO FAZER O PEDIDO . QUAL O PREÇO DAS SEMENTES. E SE É REMETIDAS PELO CORREIO.
    OBRIGADO ESPERO QUE VENHAMOS A FAZER EGOCIOS.

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *