Lendo agora
Como podar roseiras? Passo a passo

Como podar roseiras? Passo a passo

como podar roseiras

Rosas, roseiras, rosas de espinhos, mini-rosas.. são muitos os nomes e tipos conhecidos dessa flor maravilhosa cultivada em todo o mundo! Mas, você sabia que para garantir aquele perfume especial no jardim é preciso podar as roseiras anualmente? 

Sim! É isso mesmo! A poda quase drástica é um cuidado importante para evitar que a planta produza poucas flores, fique com formato desengonçado ou se torne mais suscetível à doenças.

Preparamos um passo a passo sobre como podar roseiras com a ajuda do Daniel Barreto, biólogo da Plantei Garden Center. Confira!  

Como podar roseiras 

As roseiras de espinhos adoram uma poda quase drástica ou radical. O ideal é deixar somente 20 centímetros de galho contados a partir do solo ou base do vaso onde ela estiver plantada. 

Caso a roseira seja mais velha e com mais bifurcações de galhos laterais bem próximos ao solo, faça a poda deixando somente 20 cm de cada galho.

Com as podas, anualmente, haverá formação de galhos mais robustos, que dão sustentabilidade para as flores desabrocharem. Dessa forma elas permanecem com suas belas floradas por mais tempo.

como podar roseiras

– Poda de manutenção

Deve ser realizada sempre que as roseiras estiverem com folhas secas, flores murchas, galhos tortos, secos ou mal formados. 

Não há uma época especial para fazer a poda de manutenção, mas evite o alto inverno para que os futuros brotos não queimem com a geada.

Lembre-se de uma regra de ouro para cultivar roseiras: a flor nunca deve morrer no pé

Clique aqui e leia o artigo sobre como plantar e cultivar roseiras! 

poda de roseiras

– Poda anual ou de formação

A poda de formação das roseiras é feita uma vez por ano e serve para que a planta produza novos galhos e esteja bem florida na primavera e no verão. Corte bem embaixo, 5 gemas acima do solo.

O período indicado para fazê-la é, de preferência, entre o final de junho e o começo de julho, principalmente nas regiões mais quentes do país. Já nas cidades de inverno mais rigoroso a poda é feita no começo de agosto

Há quem acredite que essa poda deve ser realizada nos dias 23 e 24 de junho, véspera e data em que se comemora o dia de São João. A tradição surgiu para facilitar a lembrança de uma data anual.

ferramentas de poda

Época para podar roseiras

A tradição popular indica que as melhores épocas para a poda de roseiras de espinhos são os meses que não tem R  – maio, junho, julho e agosto – e durante o período de lua crescente.

Este período coincide com o período de outono e inverno, quando as temperaturas estão mais baixas e o clima mais úmido em quase todo país.

Após as pétalas das rosas começarem a cair, não tenha dó, corte 20 cm a partir das pétalas. Nunca deixe formar aquelas bolinhas depois das pétalas caírem, pois exige muito da planta. Se poupada, será consumida por novas flores maravilhosas”, explica Daniel Barreto, biólogo da Plantei Garden Center. 

O corte correto

Use tesouras de poda compatíveis com a espessura dos galhos, que tenham lâminas afiadas e estejam bem limpas – ferramenta cega e enferrujada “mastiga” o ramo, ferindo a roseira e atraindo doenças.

Faça a poda num dia fresco, de preferência na parte da manhã, cortando sempre na diagonal, perto de uma gema.

como podar roseiras corretamente

O formato final

Procure deixar o arbusto com a aparência final de uma “taça” – de um único tronco do chão devem partir de 3 a 5 galhos que não se cruzam.

Quando houver duas gemas próximas, mantenha a que está voltada para o lado de fora da “taça”. Não tenha dó: de cada ramo bem podado vão surgir outros três, carregados de botões.

Veja também
adubos para jardim

Cuidados com rosas

As roseiras, de um modo geral, gostam de um solo rico em ferro e ácido, com pH entre 4 e 5,4. A preferência é por substratos mais compactados com bastante matéria orgânica, por isso, recomendamos um mix de terra vegetal com húmus de minhoca. 

Os espinhos (acúleos) das roseiras servem para proteção e também são reservas hídricas, auxiliando a planta a não ter perda excessiva de líquidos. Por terem essa reserva, regue somente quando necessário.

Use a tática do “palitinho” de churrasco para verificar e faça regas em suas roseiras somente quando estiverem totalmente secas.

substrato para plantio

Adubação de roseiras

Se você tem suas roseiras de espinhos em vasos, lembre-se de que ela não pode buscar recursos próprios no solo. Portanto, faça uma boa adubação orgânica mensal utilizando bokashi, ferti-peixe, esterco bovino ou esterco de frango.”

Esse procedimento é fundamental para suas roseiras ficarem lindas e vistosas. Se optar por fertilizantes minerais, lembre-se de fazer uma boa correção de solo a cada 6 meses. Utilize gesso agrícola, calcário, cascas de ovo, casca de concha, farinha de osso e outros.

Segredinhos

Pingue uma gota de própolis em cada corte do galho para estimular a rápida cicatrização e impedir que a poda funcione como porta de entrada para doenças fúngicas e bacterianas.

Depois de podar as roseiras, aproveite os galhos eliminados para multiplicá-las. Selecione estacas de 20 cm e coloque-as em terra adubada à sombra até enraizar.

Dica extra

Gostou das nossas dicas sobre a poda das roseiras? Continue aprendendo com a gente! 

Aqui no blog da Plantei você encontra mais de 400 artigos com dicas de cultivo e ideias de plantio sobre flores, frutíferas, temperos, hortaliças, plantas ornamentais e muito mais! 

jardim vertical com flores

Comentários (54)

Comentários encerrados


© 2013 - 2023 | Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo