Now Reading
3 cuidados com as orquídeas na chegada da primavera

Proteção contra o sol direto

Com o aumento da intensidade dos raios solares sobre as orquídeas, na transição do inverno para a primavera, é preciso tomar cuidado para que não ocorram queimaduras nas folhas, que podem levar a planta à morte.

O uso de tela de sombreamento, o popular sombrite, é recomendável. Cada orquídea possui uma tolerância diferente em relação à insolação. Desta forma, a porcentagem de sombreamento da tela deve ser ajustada de acordo com as espécies e gêneros cultivados. De modo geral, 50% de sombreamento é adequado para a maioria das orquídeas epífitas.

 

Ajuste na frequência das regas

Durante o inverno, a tendência é que reguemos as orquídeas com menos frequência, devido às baixas temperaturas, menor evaporação e consumo reduzido de água por parte das plantas, que em muitos casos encontram-se em dormência.

Com a chegada da primavera e o aumento do calor, é necessário regar com mais frequência, porém, sem excessos. O ideal é verificar diariamente o nível de umidade do substrato, afundando levemente o dedo no material de cultivo, assim como o peso do vaso. Apenas quando o mesmo estiver leve, e o substrato seco, a rega será necessária.

 

Retomada da adubação

Nas ocasiões em que temos orquídeas floridas e durante o período de dormência, a adubação não é necessária. Em muitos casos, é comum que a adubação seja diminuída ou mesmo interrompida durante os meses do inverno.

Geralmente, é durante a primavera que observamos o surgimento de novas frentes, novos brotos em nossas orquídeas. O aumento da temperatura e a aceleração do metabolismo das plantas nos obriga a redobrar os cuidados com a adubação, que deve ser balanceada e adequada ao estágio de desenvolvimento de cada orquídea.

 

See Also

 

Sergio Oyama Junior

http://www.orquideasnoape.com.br/

Comments

comments

View Comments (18)

Leave a Reply

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Scroll To Top