Now Reading
Plantas amigas: quais espécies podem ser cultivadas juntas na horta?

Plantas amigas: quais espécies podem ser cultivadas juntas na horta?

plantas amigas

Na horta, algumas espécies se fortalecem quando cultivadas juntas, enquanto outras devem ser mantidas distantes. Esse conhecimento milenar é utilizado pelos agricultores desde a Antiguidade para aprimorar o processo de crescimento de plantas, tornando-as mais saudáveis e bem desenvolvidas.

As chamadas “plantas amigas” ou “plantas companheiras” são cultivos que se ajudam para a melhor utilização da água, ocupação do solo, luz e nutrientes. Ao contrário das plantas antagônicas, elas se aproveitam dos efeitos alelopáticos causados pela outra.

Neste post, reunimos tudo o que você precisa saber sobre plantas que podem – ou não – ser plantadas juntas na horta. Confira!

Plantas companheiras e antagônicas

Ter uma horta em casa é a garantia de consumir hortaliças e temperos frescos e orgânicos, além de desfrutar momentos agradáveis cuidando das plantas. Mas, para o cultivo ser bem-sucedido, não basta separar um espaço de terra e fazer o plantio de qualquer jeito.

Assim como as pessoas, que se dão bem com alguns indivíduos e preferem ficar longe de outros, as plantas também têm suas preferências e se desenvolvem melhor quando combinadas com determinadas espécies – as chamadas plantas companheiras – ou são prejudicadas pela proximidade de outras – as plantas antagônicas.

plantas amigas
Plantas companheiras ou amigas são as que se desenvolvem melhor na companhia de outras. Imagem: Kenan Kitchen

Conhecer as melhores e piores combinações não é vantajoso apenas para as hortaliças, mas também para o hortelão, já que as plantas se fortalecem e se protegem juntas, poupando o trabalho de quem cuida.

Horta em harmonia

São vários os fatores capazes de fazer de duas plantas um par perfeito na horta. Uma espécie alta, por exemplo, é uma bela companhia para aquela que não pode receber sol direto, pois a protege com sua sombra. Há também os casos dos vegetais que atraem insetos predadores das pragas que afetam outras plantas e, assim, ajudam a evitar ataques.

plantas amigas

Temperos e hortaliças com as mesmas necessidades de luminosidade, água e época de plantio quase sempre podem ser considerados plantas companheiras.

As antagônicas, por outro lado, podem ser espécies da mesma família e que competem por nutrientes; ou duas plantas suscetíveis a uma determinada praga: quando uma delas é atacada, acaba favorecendo a infestação da outra.

plantas amigas
A suscetibilidade ao ataque de pragas é um dos fatores para não cultivar algumas espécies juntas. Imagem: Markus Spiske

A alelopatia é outro fator que pode fazer com que duas espécies se deem bem ou mal. Apesar do nome difícil, o conceito não é assim tão complicado: as plantas, assim como todos os organismos, liberam substâncias químicas quando realizam processos metabólicos. Algumas dessas substâncias – os chamados metabólitos secundários – podem afetar os organismos ao redor tanto de forma positiva, ajudando no crescimento, quanto de forma negativa, inibindo a germinação das sementes.

O que plantar junto na horta?

Conheça algumas plantas que só têm a ganhar quando cultivadas juntas e potencialize sua produção. São elas:

Manjericão e tomate: esses dois foram feitos um para o outro. Além de terem características de cultivo parecidas – gostam de sol e de bastante água –, o aroma do manjericão afasta pragas e insetos do tomate. O mais indicado é plantar o tempero no começo e no fim das fileiras de tomate. Clique aqui e aprenda como cultivar manjericão.

plantas amigas
O aroma do manjericão afasta pragas e insetos do tomate. Imagem: Markus Spiske

Louro e alecrim-rasteiro: como o nome já indica, o alecrim-rasteiro cresce rente ao solo e tem raízes rasas, enquanto o louro cresce para cima e tem raízes profundas. Eles podem ser plantados juntos, para economizar espaço, sem que um atrapalhe o outro.

Alface e cenoura: a dupla que é sucesso na salada também se dá bem na horta. Assim como o louro e o alecrim-rasteiro, elas não competem por espaço – enquanto a raiz da cenoura é profunda, a da alface é mais superficial. As propriedades alelopáticas compatíveis também favorecem o cultivo combinado dos dois vegetais.

plantas amigas
Aposte no cultivo conjunto de alfaces (folhas) e cenouras (raízes), combinação clássica para horta doméstica. Imagem: Brad Stallcup

Alecrim, sálvia e tomilho: por requererem os mesmos cuidados, os três vão muito bem juntos e podem ser plantados tanto em canteiros quanto em vasos.

De olho em plantas antagônicas

Para garantir o sucesso da sua horta, é melhor deixar essas espécies bem longe umas das outras. Veja quais são elas:

See Also
erva baleeira

Morango e tomate, batata, pepino ou berinjela: por ser muito frágil e suscetível ao ataque de pragas, o morango não deve ser plantado junto de tomates, batatas, pepinos e berinjelas, que são atraentes para fungos como o Verticillium. A praga começa afetando as folhas do morango e pode levá-lo a perecer.

plantas amigas
O morango é muito suscetível a pragas, por isso, deve ser cultivado longe de tomates, pepinos, batatas e berinjelas. Imagem: Henry & Co.

Cebolinha e nirá: as duas ervas pertencem à mesma família – a das amarilidáceas – e são muito suscetíveis ao ataque de pulgões. É melhor mantê-las separadas, já que, se uma for infestada, a outra também será afetada.

Plantas que devem ser cultivadas sozinhas

Algumas espécies devem ser mantidas isoladas. A pimenta é uma delas: como consome muitos nutrientes do solo, ela acaba prejudicando as demais plantas. Além disso, se não receber os devidos cuidados, pode atrair um grande número de pragas que, no final das contas, atacam o resto da horta.

A salsinha é outra que não gosta muito de se misturar. Ela libera metabólitos secundários que podem prejudicar a aparência das suas vizinhas. Já a menta, que é ótima para repelir pragas, tem raízes agressivas que acabam matando as espécies ao redor.

Dicas para plantação conjunta

A plantação conjunta apresenta diversas vantagens, como a diversificação do ambiente, maior produtividade por área plantada, equilíbrio de nutrientes, o aumento da umidade e a diminuição da erosão do solo. Confira algumas dicas para o manejo da horta:

  • Escolha plantas de diferentes aromas e colorações para a mesma área ou canteiro. Assim, você deixa os insetos confusos e diminui os ataques nos cultivos.
  • Para que os cultivos conjuntos não compitam por luz, aposte em espécies de ciclos diferentes.
  • Plantas de raízes profundas, médias e superficiais se desenvolvem muito bem quando cultivadas juntas.
  • Cultivar muitas espécies na mesma área pode acarretar no abafamento das plantas.
  • Vasos e jardineiras autoirrigáveis são ideais para o cultivo conjunto, pois oferecem a quantidade de água necessária para o crescimento das espécies.

Viu só? Com essas dicas práticas, você permite que seus cultivos utilizem todo o potencial para se desenvolverem. Use todo o conhecimento sobre plantas amigas e inimigas e mãos à terra!

Acesse o site da Plantei, maior garden center online do país, e confira os melhores produtos para sua horta. Clique no banner e aproveite!

plantas amigas

Comments

comments

View Comments (20)
  • Li em alguns sites que a pimenta deve ser plantada sozinha… se eu colocar uma divisão no vaso, funciona?
    tenho um vaso terrina (meio barril) com diâmetro +/- 40cm, posso colocar uma placa no meio dividindo o espaço e plantar por exemplo, pimenta e manjerão? ou dois tipos de pimenta?

    desde já agradeço a orientação

    Mary jane

  • QUANDO TENHO AS PLANTAS EM VASOS VIZINHOS HÁ ALGUM TIPO DE GANHO OU PREJUIZO PELA PROXIMIDADE DOS VASOS?
    POR EXEMPLO: UM TOMATEIRO NUM VASO E NUM VASO COLADO A ESTE UMA PIMENTA….. O TOMATEIRO SE PREJUDICA?

  • Estou começando agora a plantar temperos em vasos, tenho manjericão, salsinha, tomilho cebolinha e tomate cereja e orégano, gostaria de saber qual eu posso plantar no mesmo vaso

  • Por falta de espaço e excesso de vasos plantei, em uma mesma floreira, hortelã (1), orégano (2) e manjericão (3) – nessa sequencia. Pra evitar problemas, fiz um pequeno valo entre a hortelã e o orégano e coloquei pedra brita pra manter distância no vaso. Sabem se isso pode dar certo?

    • Olá, Sérgio. Vai dar certo inicialmente, mas a hortelã irá pular do mesmo jeito.
      As raízes dela são muito invasivas.
      O ideal é que ela seja plantada sozinha.

  • Já tenho cebolinha plantada num vaso autoirrigável e estou pensando em plantar nirá (cebolinha chinesa) junto com ela. No texto da matéria diz que não é recomendável apenas para o caso de uma pegar praga e passar para outra. Mas é essa a única contraindicação ou são antagônicas/ prejudicam o desenvolvimento uma da outra? Ouvi falar que a cebolinha gosta mais de sol indireto e o nirá de sol direto, o que me fez repensar se devo plantar as duas no mesmo vasinho. Grata.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Scroll To Top