Como cultivar Alecrim

37 Comentários

      O alecrim (Rosmarinus officinalis) é um arbusto comum na região do Mediterrâneo ocorrendo dos 0 a 1500 m de altitude. Devido ao seu aroma característico, os romanos designavam-o como rosmarinus, que em latim significa orvalho do mar.

      Formam arbustos, muito ramificados, sempre verde, com hastes lenhosas, folhas pequenas e finas, opostas, lanceoladas. A parte inferior das folhas é de cor verde-acinzentado enquanto a superior é verde brilhante. As flores reúnem-se em espiguilhas terminais e são de cor azul ou esbranquiçada. O fruto é um aquênio (tipo aquela “sementinha” na superfície do morango). Floresce quase todo o ano e não necessita de muitos cuidados especiais nos jardins.

alecrim

      Toda a planta exala um aroma forte e agradável. Utilizada com fins culinários, medicinais e religiosos, a sua essência também é utilizada em perfumaria, como por exemplo, na produção da água-de-colônia, pois contém tanino, óleo essencial, pineno, cânfora e outros princípios ativos que lhe conferem propriedades excitantes, tônicas e estimulantes. A sua flor é muito apreciada pelas abelhas, produzindo assim um mel de extrema qualidade.

      O alecrim pode ser cultivado a partir de sementes ou por estaquia. As sementes podem ser plantadas em sementeiras, pequenos vasos ou diretamente no solo. A germinação das sementes pode ser demorada e as plantas podem levar até três anos para se tornarem completamente desenvolvidas.

295772-Alecrim-Und

Plantio

      Independente do local de plantio (vaso/sementeira/solo) recomenda-se a utilização de 1/3 de terra comum, 1/3 de composto orgânico e 1/3 de areia grossa lavada. Se o plantio for realizado em vaso ou algum outro recipiente, recomenda-se colocar na base uma camada de material de drenagem (argila expandida, pedriscos, manta, isopor, etc) para evitar acúmulo de água, que causa o apodrecimento das raízes.

rosemary

Solo

      O alecrim se adapta a qualquer tipo de solo, mas prefere os secos, arenosos e bem drenados.

      Quanto a localização, é muito importante lembrar que para o cultivo ocorrer de forma correta, o local em que ele será plantado deve receber luz solar de uma forma que o atinja diretamente, por pelo menos cinco horas diárias.

Regas

      As regas devem ser feitas frequentemente após o plantio, enquanto as plantas são jovens, para que o solo se mantenha úmido. Depois de desenvolvidas, a irrigação deve ser controlada, de uma forma que a terra seque nos intervalos, pois o alecrim é bem resistente a períodos de seca.

Poda

      A poda não é necessária para a saúde da planta, mas os galhos do alecrim tendem a se espalhar bastante ocupando muito espaço no jardim. Corte os galhos alguns centímetros a cada primavera para ajudar a manter seu formato.

      Chegamos então a colheita, que pode ser realizada 90 dias após o plantio. Porém, o ideal é que ela ocorra somente a partir do segundo (ou até mesmo terceiro) ano de cultivo, para não prejudicar o desenvolvimento da planta, retirando apenas a metade dos ramos.

SONY DSC

      Seguindo essas dicas e passos, você terá o perfumado alecrim sempre a sua disposição, seja para perfumar sua cozinha ou para dar aquele sabor todo especial a carnes, omeletes, etc.

      Vale lembrar que o alecrim é uma planta perene e se cultivado corretamente pode produzir bem por até dez anos.

Comments

comments

37 respostas para "Como cultivar Alecrim"

  • Essa proximidade com seus clientes, fornecendo-lhes informações úteis,
    só credencia a Plantei como uma loja amiga e grande companheira dos que gostam das
    Plantas. Que tão feliz iniciativa tenha continuidade. Parabéns …

    • Nossos clientes são nossos melhores amigos, e conhecimento bom é conhecimento compartilhado, né Cilmar?! 😉
      Ficamos muito felizes em poder ajudar. Obrigado pelo carinho e conte sempre com nossas dicas. Sua visita é muito importante para nós!
      Um forte abraço. 🙂

      • Boa tarde. O meu alecrim está em um vasinho, ele não morreu, esta bem resistente mas não está se desenvolvendo desde que coloquei neste vaso. Moro em Recife, rego as plantas de manhã e à noite. Será que ele não desenvolve porque está sendo muito aguado?

        • Olá. Você deve fazer o transplantio para um vaso maior ou direto para o solo para que as raízes possam crescer e assim possibilitar o desenvolvimento de sua planta. Ao contrário, ela se manterá pequena sem grandes mudanças ou nenhuma. Isso é válido para todas as plantas. Abraços.

    • Bom Dia! Não sei o que faço de errado no cultivo do Alecrim! Depois de um certo tempo, ele fica feio parece que as folhas estão secas, ele perde a cor, parece que está morrendo… Vocês podem me ajudar? Grata. Sueli.

      • Bom dia Sueli.

        Pode ser por dois motivos: ou o solo que não está absorvendo os nutrientes que a planta precisa ou a falta de água.

        Você pode tentar corrigir o solo com o Forth Equilíbrio. O fornecimento de Cálcio ajuda a equilibrar o solo criando condições para o bom desenvolvimento das plantas e suas raízes. Sabendo que os solos brasileiros são na sua maioria ácidos e deficientes do elemento Cálcio, o FORTH EQUILÍBRIO é a solução mais prática e inovadora para o fornecimento deste nutriente, visando o equilíbrio entre solo e planta. Você encontra este produto no link a seguir http://www.plantei.com.br/fertilizantes/liquidos/fertilizante-forth-equilibrio-60ml-concentrado

        No mais, tente prestar atenção quanto as regas.

        Um abraço. 🙂

    • Meu nome é Sueli estou tentando plantar alecrim no caso em minha cozinha mas ele morte por que será que estou plantando errado

  • Gostaria de uma opinião, tenho plantado 2 pés de alecrim, e preciso mudar de terreno, será que ele vai sobreviver, tem algum macete para que ele não morra?

    • Olá Ivi!

      Provavelmente não terá problema nenhum com a troca de local, pois irão se adaptar normalmente. Mas indicamos que cave cerca de 25 a 30 cm para retirá-lo da terra.

      Abraço! 🙂

  • Preciso de uma dica……tive um pé de alecrim que durou uns 10 anos. Ai fiz uma poda muito radical e ele morreu. Já plantei duas mudas no mesmo local do pé que morreu e as duas mudas morreram. Adoro alecrim e não estou conseguindo mais ter o meu pé. Será que devo mudar o local do plantio? Ou mudar alguma coisa no solo?
    Conto com a opinião de vcs, obrigado.

  • vou plantar como me orientaste,
    ja tentei de varias maneiras e não fui feliz,
    obrigada , depois te direi o resultado,
    novamente obrigada.

    • É muito importante lembrar que para o cultivo ocorrer de forma correta, o local em que ele será plantado deve receber luz solar de uma forma que o atinja diretamente, por pelo menos cinco horas diárias.

  • Adorei o site de vocês!

    Eu tenho dois pés de alecrim em vasos diferentes. Um deles vingou, porém NUNCA cresceu (ficou somente em uma muda, que até fico com pena de tirar as folhas pois ele vai sumir rs) e o outro secou completamente.

    O que pode estar acontecendo? Eu li todo o artigo, mas não achei uma resposta, pois ambos os vasos ficam ao sol, são regados, enfim… Esse que secou, ainda tem recuperação?

    O mesmo aconteceu com um pézinho de tomilho! 🙁

    Agradeço a ajuda.

  • Boa noite! meu nome é Monica pesquisando na internet achei o contatos de vocês..
    Gostaria de saber se podem me ajudar . Tive um problema com o meu Alecrim, igual da nossa amiga, Sueli Sixel de Paula. Só que ao invés de pesquisar , eu quebrando os galhos dele com as mãos . Agora fiquei preocupada se matei o meu amigo Alecrim.

    Por favor podem me ajudar?

    Obrigada.

  • Boa tarde.

    Achei sensacional o trabalho de vocês, com ótimas dicas e texto bem objetivo. Só uma coisinha em relação ao alecrim: colocar isopor no fundo do vaso não me parece uma boa ideia. É um material altamente poluente, com o tempo vai soltando as bolinhas e contaminando o solo…
    No mais, parabéns!

  • GANHEI um vasinho com alecrim já plantadas e não sei se é o melhor solo. Agora com o frio é difícil deixá-lo ao sol,mas procuro deixá-lo na claridade.Ocorre que qdo o ganhei seus galhinhos eram altos e rijos,mas depois de uma rega “caíram” e suas folhas e ramos estão perdendo a coloração e o viço.Será que ainda posso recuperá-lo? Cortei uns ramos e coloquei num vidro fechado para usa´-los em alimentos e seu aroma é delicioso.

  • Tenho um pé de alecrim num vaso na minha varanda. Mas, ele começou a enrolar as pontas das folhas. Parece estar também meio murcho. O que pode estar acontecendo? Obrigada e parabéns pelo site.

  • Sensacional. Adorei. Acabei de descobrir porque o meu morreu. Vou hoje mesmo comprar mais mudas pra minha mini selva. Obrigada a todos pelas dicas. Super importantes

  • Boa tarde!
    Compre o Kit Horta vertical.
    Gostaria agora de saber como proceder…
    quero comprar as sementes e tudo mais que for necessário, além de informações para o plantio.
    Vcs pode me ajudar!
    Antecipadamente, agradeço

  • meu pé está quase todo seco, mantendo apenas algumas folhas, acho q ele não gostou do clima quente. o que posso fazer para tentar recuperar ?

  • Olá, adorei a matéria e estou utilizando parte dela no meu TCC, poderia informar a maneira correta de referenciar pois não encontrei o nome do autor?!
    Agradeço desde já
    Boa tarde

    • Olá, Juliana Ferreira.
      Muitas das informações são colhidas da internet e adicionadas a prática das pessoas que escrevem aqui no blog.
      Pode colocar o blog da Plantei como referência, mas caso queira colocar também o nome do autor: Valter Vieira Scarpelim.

  • bom dia, posso fazer sementes de alecrim? quanto tempo demora para ele florescer? que época ele floresce?
    muito obrigado

  • Olá Plantei!!
    Acabo de comprar um vaso autoirrigável no site de vocês e queria plantar uma mudinha de alecrim. Mas fiquei um pouco preocupada com o fato de ter que deixar a terra secar, não molhar muito. Será que vai ser um problema?

    Obrigada!

    • Olá, Tainá.

      Se reabestecer o reservatório sempre que ele estiver seco a planta poderá ser prejudicada pelo excesso de água. O ideal é esperar o solo secar também. Assim manterá a umidade ideal. Isso não ocasionará o apodrecimento das raízes.

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *