Como preparar substrato para rosas do deserto

     E lá vamos nós falar mais um pouquinho sobre nossas adoradas rosas do deserto.

     Nativas de regiões áridas, as rosas do deserto são uma espécie de suculenta, e por isso necessitam de um substrato específico. Mais importante que a fertilidade deste substrato, é a sua capacidade de drenar água, que deve ser alta.

     A areia grossa é muito comum e funciona. Justamente por isso muitas pessoas optam por utilizá-la para o plantio das rosas do deserto. No entanto, o vaso fica muito pesado.

    Surge aqui uma opção mais interessante: o uso de carvão.

     Com ele, o substrato fica leve e cumpre perfeitamente o papel de drenar. Além disso, melhora o desenvolvimento das raízes.

     E sabe o que deixa tudo ainda melhor? Muitas vezes você o consegue até de graça, em fornos à lenha, lareira, entre outros. Mas é importante dizer que o carvão usado em churrasqueira deve ser evitado, pois nele há excesso de sal, podendo prejudicar o solo e o desenvolvimento da planta.

     Mas como produzir o substrato?

     Use composto orgânico, preferencialmente enriquecido com farinha de ossos, e carvão moído (50% de composto orgânico + 50% de carvão moído).

     O composto orgânico contém nutrientes essenciais às rosas do deserto, e retém uma certa umidade.

     Já o carvão moído, deixará o substrato leve e aerado e ainda contém uma ótima porcentagem de potássio, sendo esse um macronutriente muito importante.

     O carvão também é resistente à decomposição, aumentando muito a durabilidade do substrato.

     Você pode substituir o composto orgânico por húmus de minhoca ou esterco curtido. Mas o esterco é menos vantajoso.

     Já o carvão, pode ser substituído por casca de arroz carbonizada ou cascas de árvores. Essa segunda com menos vantagem também. A utilização de cascas de árvore é menos vantajosa pois a durabilidade do substrato diminui, pois não são tão resistentes à decomposição quanto o carvão.

     Utilize esse poderoso substrato e realize as regas quando ele estiver seco.

     Faça adubações de cobertura a cada 40 dias utilizando composto orgânico e farinha de ossos.

     Agora é só cultivar as rosas do deserto com muito carinho, e curtir as especiais floradas que elas oferecem!

     Bom cultivo! 💚

Fonte e material de apoio – O Jardineiro

Comments

comments

3 respostas para "Como preparar substrato para rosas do deserto"

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *