Lendo agora
Folhagens para jardim: conheça 5 opções

Folhagens para jardim: conheça 5 opções

estrelícia

Espaços externos ficam ainda mais bonitos quando há plantas neles, concorda? Pensando nisso, criamos essa lista com 5 opções de folhagens para jardim que chamam atenção pelo verde exuberante e ao mesmo tempo, são fáceis de cultivar. Boa leitura!

1 – Costela-de-adão

costela de adao - folhagem pra jardim

Conhecida pelas belas folhagens verdes, a costela-de-adão (Monstera deliciosa) é muito popular nos jardins. Também é muito comum vê-la próxima às árvores, seja nas calçadas das casas ou na ornamentação de canteiros.

Nos últimos anos ela ganhou um espaço especial nas decorações de ambientes internos. Para cultivo da costela-de-adão em vasos, recomenda-se atenção à camada de drenagem, que deve ser feita com brita ou argila expandida, para evitar que raízes fiquem encharcadas.

Como ela é fácil de cultivar, o desenvolvimento costuma ser rápido. Veja as recomendações:

Solo: fértil e rico em matéria orgânica.

Luminosidade: a costela-de-adão gosta de ambientes que recebem bastante luz, preferindo a meia-sombra. Evite exposição direta ao sol.

Regas: moderada, sendo de aproximadamente duas vezes por semana. Evite encharcar o solo, senão as raízes apodrecem.

2 – Lírio da paz

lirio da paz - folhagem pra jardim

O lírio da paz (Spathiphyllum wallisii) é a opção perfeita para quem quer ter belas folhagens no jardim. A planta se desenvolve rapidamente, principalmente quando as temperaturas estão mais quentes.

Se as condições de cultivo forem adequadas, a floração acontece durante todo ano. Confira as recomendações:

Solo: fértil e rico em matéria orgânica.

Luminosidade: prefere meia sombra, em ambientes que recebam bastante luz, mas não aprecia sol direto em suas folhagens.

Regas: devem ser frequentes, de duas a três vezes por semana. No verão, se as temperaturas forem muito altas, é preciso regar mais vezes.

Cultivo de lírio em água

Por ser fácil de cuidar, o lírio da paz é uma folhagem que se destaca no jardim, mas que também pode ser cultivado em vasos e até mesmo em água. Esse cultivo é indicado para quem quer ter folhagens no apartamento.

Para esse tipo de cultivo, escolha uma muda saudável e limpe os torrões de terra. O recipiente (jarro ou garrafa) precisam ser posicionados em um ambiente que receba bastante claridade. Dessa forma as raízes começam a se desenvolver ali dentro, mantendo as folhas.

As trocas de água devem ser frequentes, de aproximadamente três vezes por semana. O recipiente também deve ser higienizado a cada troca. Essas medidas ajudam na prevenção contra a proliferação do mosquito da dengue e contribui com o desenvolvimento do lírio na água.

Saiba mais:

3 – Helicônia

heliconia

A helicônia (Heliconia), também conhecida como bananeira-do-brejo, também é uma ótima opção para quem quer garantir um toque verde no jardim. A floração acontece durante a primavera, com a soltura de hastes pendentes que misturam tons de vermelho, verde e amarelo.

A altura da planta varia de 1 a 6 metros e é comum cultivá-la em canteiros para criar espaços verdes brincando com dimensões variadas, quando combinada à outras espécies menores ou vasos. A helicônia é perfeita para uso paisagístico em jardins de estilo tropical.

Solo: deve ser rico em matéria orgânica. Porém, não necessita de adubação.

Luminosidade: prefere meia sombra, em ambientes que recebam bastante luz.

Regas: devem ser frequentes, de duas a três vezes por semana.

4 – Estrelícia

estrelizia

A estrelícia (Strelitzia reginae), popularmente conhecida como “ave do paraíso” produz belíssimas inflorescências que criam pontos de cor entre a folhagem verde escura.

É uma planta ornamental ideal para ser cultivada em quintais de casas, jardins de condomínios ou fachadas comerciais e também em chácaras de espaços de lazer.

Além de não exigir muitos cuidados frequentes, são longevas e podem durar mais de 20 anos.

Veja também
arvore - pau brasil

Solo: rico em matéria orgânica e preferencialmente úmido.

Luminosidade: aprecia sol pleno.

Regas: devem ser feitas de duas a três vezes por semana.

5 – Guaimbê

Planta nativa da Mata Atlântica e apreciadora do clima tropical, o guaimbê (Philodendron bipinnatifidum) é outra opção interessante para quem busca por folhagens para jardins.

As folhas possuem cor verde-bandeira e a planta é trepadeira, escalando superfícies, cercas ou árvores. O plantio em canteiros é muito comum, mas a guaimbê também pode ser cultivada em vasos, até mesmo dentro de apartamentos.

Solo: rico em matéria orgânica e preferencialmente úmido.

Luminosidade: adapta-se bem a sombra parcial ou sol pleno.

Regas: devem ser feitas de duas a três vezes por semana, com cuidado para não encharcar o terreno ou vaso.

Continue aprendendo

Gostou das nossas dicas de folhagens para jardim? Quer acessar mais informações sobre plantas e jardinagem?

Confira nossos materiais gratuitos e faça o download:

 

Comments

comments

Comentários (0)

Deixe uma rsposta

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo