Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

07 passos para cultivar samambaias e ter belas plantas

      O grupo das pteridófitas é muito amplo e tem como alguns dos exemplos mais conhecidos as famosas samambaias, avencas, xaxins e cavalinhas. A palavra pteridófita vem do grego pteridon, que significa ‘feto’ mais phyton, ‘planta’.

      As samambaias possuem alto valor como plantas ornamentais e, algumas delas, podem crescer até 15 metros de altura.

      São plantas comercializadas em substratos, que nada mais são do que produtos utilizados para substituir a terra. São leves e sem capacidade de retenção de umidade e nutrientes. Assim, as plantas não conseguem sobreviver por um período superior a 30 dias. Por tal motivo, é importante que ao adquirir o vaso, seja feito o replantio para garantir o crescimento saudável da samambaia.

      O primeiro passo para o cultivo da espécie é a escolha do vaso.

      Elas podem ser plantadas em qualquer vaso, desde que o mesmo não retire a umidade ideal para as raízes. Se o vaso for de cerâmica, é muito importante utilizar um impermeabilizante interno para impedir que a própria cerâmica absorva a umidade da terra, desidratando as raízes das plantas.

      Um vaso muito utilizado para o plantio da espécie era o de xaxim, no entanto com a proibição devido ao risco de extinção desta planta (que também é uma samambaia), substituiu-se o mesmo pelo coxim, que são vasos de fibra de coco. Mas é importante lembrar que o coxim acumula água em excesso, atraindo lesmas e caramujos para as plantas.

      O segundo passo é a preparação da terra ideal.

      As samambaias são plantas altamente exigentes em umidade no solo. Sendo assim, o ideal é utilizar no plantio um Condicionador de Solo Classe A, pois além de ser orgânico, esse tipo de produto possui alta capacidade de retenção de água. Além disso, os condicionadores de solo Classe A possuem nutrientes e matéria orgânica em sua composição que garantem às plantas mais saúde e crescimento radicular e foliar por um maior período de tempo.

wallpaper-samambaia-4844

      O terceiro passo é o plantio.

      Antes de realizar o plantio da samambaia, é importante fazer uma drenagem do vaso. Ela pode ser feita colocando uma camada de 5 cm de brita, argila expandida, isopor, seixos ou um pedaço de manta bidim no fundo do vaso.

      Em seguida, adiciona-se em todo o vaso, até a borda, o Condicionador de Solo Classe A. Faz-se então um buraco referente ao torrão que contém as raízes da samambaia.

      Plante a muda e aperte em volta para que ela fique bem firme. Após o plantio regue o vaso e se necessário, complete o vaso com o Condicionador de Solo.

      O quarto passo diz respeito as condições ideais de crescimento.

      As samambaias são plantas que crescem na sombra e em locais de alta umidade. Mas, não gostam de locais onde há ventos constantes.

      O vento desidrata a planta mais rápido que o sol, pois retira das folhas a microcamada de umidade formada para manter as mesmas hidratadas.

      É importante manter o vaso da samambaia sempre úmido, pois plantas com pouca rega ficam amareladas e suas folhas secam rapidamente.

      A adubação de crescimento é o quinto passo.

      Não é segredo que todas as plantas apresentam excelentes resultados quando recebem nutrientes. Com a samambaia não é diferente. É através dos nutrientes que as plantas realizam o seu crescimento radicular e foliar, coloração esverdeada das suas folhas e aumento das brotações.

      Essa adubação deve ser feita utilizando fertilizantes foliares diluídos em água e aplicados nas folhas, uma vez a cada 7 ou 15 dias, com o uso de um pulverizador.

      Importante lembrar de seguir as recomendações do fabricante do produto.

samambaia-havaiana

Foto: casa.umcomo.com.br

      O penúltimo ou sexto passo é o corte de mudas.

      Como as samambaias são plantas que apresentam muitas folhas, seu crescimento é acelerado após a adubação. É importante que após o enchimento do vaso, seja feito o corte ou separação das mudas, para que esse crescimento não sufoque as novas brotações.

      Esse corte deve ser feito diretamente no rizoma (sistema radicular das samambaias), devendo-se deixar de 2 a 3 brotos em cada um ou separando todo o sistema radicular, em 2 ou 4 partes. O plantio dessas mudas deve ser feito da mesma forma que o plantio inicial.

      Chegamos então ao sétimo e último passo, o controle de pragas.

      Devido a alta concentração de folhas das samambaias, pragas muito agressivas na alimentação foliar acabam sendo atraídas. Para o controle das lagartas, pode ser feito uma catação manual das mesmas. Já o controle de lesmas e caracóis, deve ser feito com o uso de lesmicida orgânico. Para outras pragas, deve-se colocar nos vasos armadilhas de placas amarelas que são atrativos naturais para os insetos voadores, que ficam grudados no momento do pouso.

      Já para o controle de cochonilhas, pulgões e trips, pode ser utilizado um inseticida orgânico de grande espectro para o controle. Assim, as pragas são controladas de forma orgânica, não havendo o risco de prejudicar pássaros, animais domésticos e a saúde de quem aplica.

fern-340802_960_720

      Gostou das dicas? Captou tudo certinho? Então já pode iniciar o cultivo desta folhagem tão especial que conquista tantas pessoas! 😉

Comments

comments

Posts relacionados

12 respostas para “07 passos para cultivar samambaias e ter belas plantas”

  1. Luiza Gioseffi disse:

    Bom dia! Achei muito interessante e instrutivo as dicas. Agora estou com uma dúvida e gostaria de uma dica.
    Tenho um samambaia que esta muito linda e bem cuidada, a dúvida é: ela está desenvolvendo umas raízes ( creio que sejam raízes) fora do vaso, a dúvida é a seguinte, corto ou deixou elas crescerem normalmente, já tem raiz com 40 cm aproximadamente.

  2. veronica de cassia da silva disse:

    Amei o site e aprendi muito, mas tenho uma dúvida: posso colocar cinzas na samambaias?

  3. ana paula disse:

    Adorei as dicas de cuidados com samambaias, as dicas são para todas as especies?

  4. Marilia Dantas disse:

    Olá, tenho uma dúvida.

    Tenho uma samambaia e a mesma fica em local de luz indireta e onde não bate ventos fortes assim como recomendado no post. Além disso, realizo regas regularmente nela. Porém, suas folhas estão secas, algumas com as pontas queimadas e elas caem bastante, não sei mais o que fazer para ressuscitar minha plantinha… 🙁

    Comprei até um Fertilizante Foliar para Samambaias mas nada muda… Help!!

    Obrigada

  5. Camile disse:

    Olá, eu comprei minha primeira samambaia ontem, ela é bem pequena ainda, já tem alguma folhagem seca, mas eu já tirei, quero cuidar dela com todo amor e carinho. Ela veio em um vaso (desses plásticos) de 15cm de diâmetro. Eu não entendo e nem conheço muito de termos muito técnicos, mas ainda assim comprei terra preta pra poder trocar ela de vaso e o rapaz da floricultura me indicou dois adubos (um deles parece sal rosa e o outro pequenas bolinhas brancas), eu posso usar eles nela? Eu queria manter ela no meu quarto, achei um canto que não pega sol direto, tem algo a mais que você me indicaria fazer já que ela é bem novinha ainda?

    Seu blog é sensacional! Parabéns e Feliz Natal!

    Obrigada e sucesso.

  6. Jorge Arantes disse:

    Gostaria de saber por que as folhas das samambaias choronas, em alguns casos, crescem para cima e não caem. Como resolver o problema?
    Obrigado.

  7. Claudete disse:

    Tenho encontrado mtas bolinhas no chão q caem dela q posso fazer

    • Cláudia disse:

      Claudete,dá uma olhada que tem lagarta comendo ela. Comigo foi assim. Quando descobri,quase era tarde. Só restaram duas folhas,cortei os galhos,comprei remedio e apliquei.Hoje está linda

  8. Regina Freitas Mezencio disse:

    Eu tenho uma samambaia de metro, mas as folhas estão muito compridas, arrastando no chão. O que devo fazer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio