Lendo agora
Colônia: saiba os benefícios e aprenda a cultivar

Colônia: saiba os benefícios e aprenda a cultivar

como plantar colônia

A colônia (Alpinia speciosa ou Alpinia zerumbet) é uma planta herbácea e perene muito conhecida no nosso país. Pertencente à família Zingiberaceae, que é a mesma do gengibre, é encontrada em várias regiões do Brasil, com diferentes nomes populares: azucena-de-porcelana, gengibre-concha, alpínia, flor de cera, entre outras.

Os usos mais comuns da colônia são: para fins medicinais ou terapêuticos e como planta ornamental em projetos paisagísticos.

Neste post vamos explicar como cultivar a colônia da forma correta e apresentar os benefícios mais conhecidos dessa planta tão interessante!

gengibre-concha
A colônia pertence à família Zingiberaceae, que é mesma do gengibre. Imagem: Sandid – Pixabay.

Características

De origem asiática, a colônia chega a, aproximadamente, 2 ou 3 metros de altura e se desenvolve em forma de touceira. As folhagens são grandes e longas e as flores aparecem no formato de cachos semi-pendentes, em tons de rosa, branco, laranja e vermelho.

Como plantar a colônia?

A colônia ou azucena-de-porcelana é uma planta de fácil cultivo que se desenvolve melhor em locais de clima mais quente. Confira, abaixo, as dicas de preparo do solo, regas e luminosidade adequada.

sementes de ervas medicinais

Solo, drenagem e regas

É fundamental preparar um solo rico em matéria-orgânica. Pode ser feito de duas formas: usando duas partes de terra vegetal e uma parte de esterco ou com areia, terra vegetal e terra comum, na proporção de 1:1:1. O húmus de minhoca, que funciona como adubo orgânico, pode ser adicionado na mistura.

Como várias outras plantas, a colônia não gosta de solo encharcado, então, se o plantio for feito em vaso, atente-se à drenagem: faça uma base de argila expandida ou brita e adicione uma manta bidim, que facilita escoamento da água e retém os nutrientes. Quanto às regas, elas devem ser moderadas e manter o solo sempre úmido.

Clima e luminosidade

A planta se desenvolve bem em climas mais quentes e não tolera geadas. Recomenda-se que a colônia receba sol direto ou iluminação parcial por, pelo menos, quatro horas por dia.

Nos casos em que a propagação é feita pelos rizomas nas sementeiras, vá ambientando, aos poucos, as mudas ao sol.

colônia ou azucena de porcelana
A propagação da colônia acontece pelos rizomas. Imagem: Dinesh Valke – Wikimedia Commons.

Transplante

Quando elas estiverem firmes e apresentando um bom desenvolvimento, faça a transferência para o local definitivo, seja em canteiro ou vaso. Como a espécie é grande, dê preferência para vasos de mais de 28 litros.

Retire as mudas dos recipientes provisórios com cuidado. Preserve o torrão e segure com firmeza ao manuseá-lo. Faça a acomodação no solo ou vaso e deixe-as bem firmes e posicionadas.

Propagação e floração da colônia

A propagação da colônia é feita pelos rizomas ou por touceiras. Os buracos devem ter pouca profundidade, assim a planta recebe os nutrientes com mais facilidade.

O plantio pode ser realizado em qualquer estação, mas os períodos mais quentes e chuvosos são melhores para o desenvolvimento da espécie. A floração da colônia acontece durante quase todo ano, exceto nos meses de julho e dezembro.

qual planta combina mais com sua casa

Colônia: usos e benefícios

Conhecida pelas propriedades terapêuticas, a colônia é bastante utilizada na medicina popular. Inúmeras pesquisas científicas confirmam o efeito hipotensor e anti-fúngico da planta.

As folhas da planta também são usadas para fazer chás. Porém, deve ser evitado por gestantes, lactantes e outros públicos.

benefícios da colônia
A colônia é bastante utilizada como planta medicinal, em OE ou chás. Imagem: Dayne Topkin – Unsplash.

Bastante utilizada na produção de óleos essenciais, a colônia apresenta funções antibacteriana, anti-estresse, anti-hipertensiva, entre outros.

Veja também
tipos de pimentas

Lembre-se que todo óleo essencial deve ser diluído em base vegetal ou neutra antes da aplicação, sobretudo na pele. Verifique as instruções do fabricante do produto que adquirir, para não haver contraindicações.

óleos essenciais
O óleo essencial de colônia pode ser usado em compressas, banhos, argilas etc. Imagem: Unsplash.

Outro uso bastante comum da colônia é como planta ornamental. As grandes folhas em verde escuro e as flores semi-pendentes destacam-se bastante em projetos paisagísticos, principalmente nos espaços abertos, como em jardins de estilo tropical ou no entorno de áreas de lazer e piscinas.

As flores da colônia também são utilizadas em arranjos decorativos.

Quer aprender mais sobre plantas? Veja as dicas:

👉 15 plantas medicinais para ter no jardim
👉 Janaúba: o que é e como prepará-la?
👉 7 opções de vasos para adornar o jardim
👉 Como cultivar pitaya em casa?

Fontes de pesquisa

Para desenvolver esse texto utilizamos informações do Horto Botânico (Museu Nacional – UFRJ) e de pesquisas científicas publicadas pela revista Acta Botanica Brasilica, pelo Ministério da Saúde e Anvisa e nos anais do XI Seminário Anual de Iniciação Científica da UFRA.

Quer ser avisado sobre as nossas próximas publicações e receber dicas no seu e-mail gratuitamente? Inscreva-se na nossa newsletter! 💚

Comments

comments

Comentários (12)

Deixe uma rsposta

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo