Como fazer uma horta em casa

     O cultivo doméstico vem ganhando espaço cada dia mais. E convenhamos, não é pra menos. Não tem nada mais prazeroso e satisfatório do que saber que o que está em seu prato foi cultivado por suas próprias mãos.

     Sendo assim, diversas opções para auxiliar nessa tarefa foram surgindo no mercado. Todas afim de auxiliar um cultivo prático, para todo e qualquer tipo de casa. Desde pequenas kitnets, até grandes casas espaçosas.

     Hoje em dia não existe mais a famosa história: Quero cultivar, mas não tenho espaço pra isso.

     Tem espaço, sim. Sabe por que? Porque qualquer cantinho é espaço pra cultivo.

     As hortas em vasos se tornaram uma realidade. O que é ótimo, pois possibilita que você tenha os mais diversos tipos de hortaliças e temperos, mesmo em espaços limitados.

     As opções são tantas que dá pra ter até mesmo horta de parede.

     Parece mentira, né? Mas não é. Pelo ao contrário. É uma realidade tão apaixonante que a procura por esse tipo de horta vem crescendo a cada dia.

Materiais para o cultivo

     Agora você já sabe que existe a possibilidade de cultivar em sua casa e ter uma linda horta em vasos. Então surge a questão: Mas o que preciso ter para a montagem de uma horta?

     Essa pergunta é muito relativa e varia de acordo com a sua pretensão de horta. No entanto, os itens básicos para cultivo são simples.

     Você precisará de:

• Vasos
• Substrato
• Argila expandida
• Sementes ou mudas

Vasos

     Atualmente não faltam no mercado opções de vasos dos mais variados tipos, tamanhos, formatos e cores. Por isso a escolha é muito pessoal.

     Uma opção muito legal e eficiente, é o vaso autoirrigável. Um produto desenvolvido para quem deseja cultivar, mas não dispõe de muito tempo para regas diárias.

     Esse modelo de vaso tem ganhado espaço dia após dia devido sua praticidade e beleza. Além de tornarem a tarefa de cultivo mais fácil, possibilitam uma decoração charmosa no ambiente em que forem colocados.

     O funcionamento é muito simples. Os vasos autoirrigáveis contam com uma espécie de raiz artificial. Através do processo de capilaridade, o solo fica úmido por dias.

     Esse processo favorece o crescimento das plantas e assegura que os cultivos não morram por excesso de água. Ou até mesmo pela falta dela.

Substrato

     O substrato nada mais é que uma base que servirá de suporte a organismos vivos. Ou seja, o solo.

     Eles são enriquecidos com nutrientes favoráveis para o crescimento da planta e podem ser encontrados nas mais variadas formas.

     Para um crescimento seguro, são recomendados substratos de alta qualidade, que possuam em sua composição matéria orgânica.

     A grande maioria dos substratos podem ser usados para o plantio direto das sementes ou mudas, ou podem ser misturados a outros tipos de solo, como terra, areia, etc.

Argila expandida

     A argila expandida é muito utilizada na jardinagem e em projetos de paisagismo por ser o único agregado leve capaz de manter a umidade adequada da terra.

     Esse produto permite que a drenagem de água ocorra de forma rápida e por igual. Isso cria uma condição ideal para que as plantas tenham um completo desenvolvimento.

     Muitas pessoas costumam substituir a argila por pedrisco de construção ou isopor picado. De fato, são paliativos. Mas sem dúvidas a argila expandida é o produto mais recomendado para essa tarefa tão importante.

     A drenagem evita o apodrecimento das raízes por excesso de água/umidade. Algo de extrema importância quando o assunto é cultivo em vasos.

Sementes ou mudas

     Existem duas maneiras de iniciar o cultivo doméstico.

     Você pode optar por sementes, ou então adquirir mudas já formadas.

     E qual a diferença?

     Ao decidir cultivar por sementes, é necessário que saiba que haverão mais etapas.

     O primeiro passo do plantio através de sementes é a germinação.

     Para realizá-la, você precisa fazer covinhas rasas (de aproximadamente 3cm) e depositar não mais que 4 sementes por cova.

     Não é interessante colocar muitas sementes no mesmo buraquinho, pois pode acontecer de todas germinarem. Caso isso ocorra, elas começarão a disputar nutrientes. Isso fará com que algumas delas se sobressaiam, sugando toda a energia das outras mudas.

     Será iniciado então o processo de germinação. O tempo de germinação varia de acordo com a espécie plantada, mas no caso das hortaliças e temperos, não costuma passar de 20 dias.

     Após esse período, as mudinhas começarão a se desenvolver. Pouco a pouco tomarão forma e continuarão o processo de crescimento.

     Se você decidir realizar o plantio com mudas, toda essa fase será pulada. Você não precisará acompanhar a germinação e nem esperar a mudinha crescer.

     No plantio por mudas, elas já são plantas de porte ideal para transplante.

     O que isso quer dizer? Que poderão ser plantadas no local definitivo para crescimento. Ou seja, nos vasos.

     Os cuidados serão relacionados apenas a manutenção, para que possa colher em um curto espaço de tempo.

Local ideal para a horta

     Ainda que seja possível cultivar em vasos e pequenos espaços há uma única regra para que realmente consiga ter uma horta saudável.

     Você precisará de um espaço com luz solar.

     O contato das plantas com a luz solar é muito importante e garante um crescimento saudável.

     Privá-las desse contato acarretará num crescimento fraco ou ainda na morte da planta.

     Pode acontecer da espécie crescer, mas especialmente no caso das aromáticas, se desenvolverão com sabor e aroma amenizado.

     E sejamos sinceros, qual a graça de ter uma aromática que não perfuma deliciosamente o ambiente, como o manjericão, por exemplo?

     Por isso, para montar sua hortinha você precisará antes de mais nada escolher bem o espaço que receberá os vasos.

     Pode ser uma área, sacada, varanda, lavanderia… Qualquer canto é canto. Desde que esse espaço seja invadido pela luz solar por pelo menos 3 horas por dia.

     E é justamente aqui que entram as hortas de parede.

     Muitas pessoas não possuem em suas casas locais baixos que recebam luz solar, mas possuem paredes que sim. Então por que não adaptar uma horta de parede?

     As plantinhas receberão o contato necessário, e você poderá desfrutar da colheita sem nenhum tipo de problema.

     Para essa alternativa existem as treliças de madeira, que junto à vasos e suportes, formam as famosas hortas verticais. Também conhecidas como hortas de parede.

     Dá pra soltar a imaginação e criar um lindo espaço de cultivo.

Adubação

     A adubação é um passo importante para que suas plantas recebam os nutrientes que precisam.

     Esse processo é feito das mais variadas formas, utilizando adubos líquidos, orgânicos, farelados, entre outros.

     Uma adubação sem erro é feita com húmus de minhoca, por exemplo. Esse composto orgânico é ótimo e supre as deficiências nutritivas das plantas, fazendo com que cresçam de forma vigorosa.

     Existem milhares de adubos no mercado, tanto orgânicos, quanto químicos e minerais. As possibilidades são inúmeras. Mas já que o assunto é cultivar o próprio alimento para sabermos a procedência, nada melhor que apostar em adubos ou fertilizantes orgânicos.

     A adubação irá variar de acordo com as espécies cultivadas e com o crescimento da planta. É importante acompanhar de perto o desenvolvimento delas para que saiba o momento certo de realizar uma adubação.

     Adubações de reposição de nutrientes são feitas geralmente de forma quinzenal ou mensal. Depende da situação da planta.

     Viu como ter uma horta vertical em casa não é nenhum bicho de sete cabeças?

     As possibilidades são tantas que você pode ter horta vertical, horta suspensa, horta de parede, horta em vasos no chão… Qualquer tipo é válido.

     O importante é desenvolver esse contato com a natureza que é benéfico não só para nossa alimentação, mas para nossa saúde num todo. Afinal é mais do que comprovado que esse contato com as plantas auxilia no tratamento de depressões, estresse e outros problemas de saúde.

     O que era uma necessidade, vira uma hobby. Dos mais viciantes por sinal.

 

     Espero que agora sua vontade de ter em casa uma horta esteja ainda maior. E que seus planos de montar um cantinho de cultivo por aí saíam do papel.

     Bora colocar as mãos na terra? 💚

 

Todos os produtos citados no post vocês encontram em nosso site. Confira clicando aqui.

Comments

comments

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *