Lendo agora
Como preparar substrato para mudas

Como preparar substrato para mudas

     Não há como iniciar uma horta sem começar pelo passo principal: a preparação de mudas.

     As mudas saudáveis e vistosas são a peça chave de uma futura horta agradável e duradoura.

     Atualmente existem no mercado sementes de alta produtividade, com melhoramentos genéticos e que precisam de um bom substrato para o crescimento ideal.

     Temos também, sementes próprias, que são aquelas que colhemos ou retiramos diretamente dos frutos que consumimos.

     E não para por aí. Há ainda bulbos, estacas, etc.

     Para que tudo isso germine bem, é necessário atentar-se primeiramente ao substrato.

     Quando falamos em fazer uma horta, é comum que pensemos em fertilizantes, sementes, adubações, canteiros, vasos e irrigações. Mas quase nunca nos atentamos ao substrato que será utilizado para essa tarefa.

     É nele que as novas vidas serão iniciadas, e por isso, temos que ter um cuidado muito especial para que as sementes possam se desenvolver em seu máximo potencial.

     Algumas características importantes e principais para um bom substrato são:

• Boa aeração;

• Baixa densidade (leveza);

• Boa drenagem;

• Elevada capacidade de retenção de água;

• pH neutro (nem alcalino e nem ácido);

• Uniformidade;

• Passível de armazenamento;

• Isenção de fitopatógenos;

• Baixo custo

     No entanto, conseguir isso tudo em um único material é praticamente impossível.

     Um bom paliativo então, é apostar numa receita simples, mas eficaz.

     Preparo do substrato

     Peneire – com peneira grossa – um composto feito sem o uso de esterco, com materiais secos e grosseiros, como folhas secas e pequenos galhos.

     Esse tipo de composto é pobre em nutrientes, com uma relação de Carbono/Nitrogênio final próximo de 12/1.

     A este composto já peneirado, adicione 40% de húmus de minhoca.

Veja também
cuidado com jardim no inverno

     Para cada 20 litros da mistura, adicione 150 gramas de farinha de osso.

     Caso queira fazer alguma modificação, poderá usar esterco curtido, não excedendo 50%, ou cama de aviário 30% e de peru 15%.

     Pode também adicionar à mistura casca de arroz carbonizada (50% do total).

     Não é recomendado o uso de areia ou terra, pois pode alterar as qualidades físicas, químicas e biológicas do substrato.

     Além de aumentar o peso, corre-se o risco de adicionar sementes invasoras e patógenos, que vem com a terra.

     Esse substrato pronto poderá ser utilizado em bandejas, sementeiras, copinhos, vasos ou onde mais você for semear.

     É um substrato ideal para o enraizamento inicial e formação de mudas, seja por sementes, divisão de touceiras ou estacas.

     Caso deseje armazenar o produto, poderá fazê-lo sem problema. Desde que em local fresco, seco e longe da luz solar.

 

     Bom plantio e germinação, amigos plantadores! 💚

 

Fonte – Jardineiro

Comments

comments

Comentários (3)

Deixe uma rsposta

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo