Lendo agora
Atemoia ou fruta-do-conde? Quais as diferenças e como plantar

Atemoia ou fruta-do-conde? Quais as diferenças e como plantar

atemoia ou fruta-do-conde

Afinal, quem nunca se perguntou se estava diante de uma pinha ou ata? Ou ficou em dúvida se fruta-do-conde e atemoia eram nomes populares dados ao mesmo fruto? 

Fazer confusão com os nomes desses frutos é muito comum, porque eles pertencem à mesma família e partilham de características parecidas.

Neste artigo falamos sobre as principais semelhanças e diferenças destes frutos e explicamos como plantar atemoia. Boa leitura! 

A família das anonáceas

A família das Annonaceae incluem muitos tipos de árvores e arbustos que geram uma variedade de tipos de frutos. Agrupa plantas dicotiledôneas, que são uma classe vegetal que, entre outras características, reúne plantas com sementes contidas no interior dos frutos e geram flores.

As plantas mais conhecidas são a graviola (Annona muricata), fruta-do-conde, ata ou pinha (Annona squamosa), chirimoia (Annona cherimola, Mill), atemoia (Annona × atemoya), biribá (Rollinia mucosa), pimenta-de-macaco (Xylopia aromatica) e fruta-da-condessa (Annona reticulata).

fruta-do-conde e graviola
Fruta-do-conde (à esquerda) e graviola (à direita) pertencem à família das Annonaceae.

Uma curiosidade: a ylang-ylang (Cananga odorata) também pertence à família das anonáceas e é amplamente utilizada para fabricação de perfumes e extração de óleos essenciais com finalidades terapêuticas. 

Fruta-do-conde, atemoia, pinha ou ata?

Fruta-do-conde, pinha e ata são a mesma espécie. Elas são amplamente cultivadas em todo o Brasil e a polpa é consumida in natura ou em sucos. Podem ser encontradas com a casca em tons esverdeados ou vermelhos. 

A fruta-do-conde e a atemoia não são a mesma fruta. A atemoia é um híbrido entre o cruzamento da fruta-do-conde e da cherimola. As sementes são férteis, mas a propagação por enxertia preserva as características da planta. 

Como plantar atemoia?

Adquira mudas saudáveis e bem desenvolvidas e tome cuidado ao fazer o transplante da muda para o vaso. Mantenha o torrão que está em torno das raízes e faça um manuseio cuidadoso, para não danificá-la.

A atemoia se desenvolve bem em solos drenados e ricos em matéria orgânica. É muito importante escolher um local com boas condições de drenagem para que as raízes não apodreçam, afetando o crescimento da frutífera.

Se quiser saber mais sobre escolha de mudas e solo, acesse o artigo Plantio de frutíferas: guia para iniciantes e aprenda um pouco mais sobre o tema! 

Clima, regas e podas

Como a frutífera aprecia climas quentes e úmidos, opte cultivá-la caso sua região tenha essas condições. Lembre-se de fazer regas frequentes para manter o solo sempre úmido, mas nunca encharcado. 

As podas de limpeza e formação também são necessárias para um bom desenvolvimento das frutíferas. Clique aqui e leia o artigo completo sobre o tema! 

Adubação de frutíferas

De forma geral, as frutíferas devem ser irrigadas com frequência e ter uma adubação radicular rica em fósforo (P) para estimular o surgimento de frutos e flores. A frequência indicada é a cada 6 meses.

Use adubos orgânicos, como farinha de ossos, ou aplique fertilizantes como o NPK 4-14-08, com a quantidade indicada na embalagem. 

Dependendo das condições de cultivo, a atemoia atinge entre 3 e 5 metros de altura e os frutos demoram de 4 a 6 meses para amadurecerem. Após a colheita dos frutos, faça uma adubação radicular com uso do NPK 10-10-10. 

fertilizantes para frutíferas

Como plantar atemoia em vaso? 

Um pomar em vaso exige cuidados diferentes do cultivo de frutíferas feito diretamente no solo. Como as plantas têm um espaço limitado para crescer e retirar os nutrientes necessários para seu desenvolvimento, é fundamental prestar atenção na escolha do local, na montagem do vaso, na frequência de regas e na adubação.

Continue a leitura e veja o passo a passo! 

Escolha e preparo do vaso 

Para plantar atemoia em vaso escolha um vaso de, no mínimo, 23 litros. O diâmetro da borda superior deve ter mais 20 cm, para que a muda tenha um bom espaço para se desenvolver. 

Faça uma camada no fundo do vaso utilizando brita, argila expandida ou pequenos pedaços de telha (veja mais dicas clicando aqui). Essa etapa garante que os furos do vaso não sejam obstruídos e facilita o escoamento da água. 

Uma dica importante para ter sucesso ao plantar atemoia em vaso é prestar atenção no tempo em que a água demora para ser absorvida pela terra após as regas e se desce corretamente pelos buracos.

Veja também
lilases

Substratos com drenagem ruim não absorvem a água rapidamente, deixando-a “empossada” por algum tempo na superfície. Outro problema é o acúmulo de água no fundo do vaso, caso haja algum empecilho para saída, causando o apodrecimento das raízes. 

Mudas de atemoia

Na Plantei Garden Center você encontra mudas de atemoias para comprar! Elas são feitas por enxerto ou por semente e são enviadas para sua casa com, no mínimo, 40 cm e prontas para o plantio. 

Substrato 

Como a planta não consegue buscar nutrientes em um espaço amplo, como no caso de plantios realizados no solo, um bom substrato faz toda a diferença na hora de cultivar atemoia em vaso. 

Faça um mix utilizando a seguinte receita:

  • Terra vegetal
  • Substrato para plantio (indicamos os da marca Carolina)
  • Areia de construção

O húmus de minhoca é um composto orgânico que ajuda na nutrição das plantas. Você também pode misturar um pouco ao mix para plantio e fornecer um solo ainda melhor para a atemoia. 

Transplante da muda e cuidados

Na hora de fazer o transplante da muda, tenha cuidado para não destruir o torrão que está em volta das raízes. Coloque-a cuidadosamente no centro do vaso e preencha com o substrato, “assentando” a terra com as mãos em torno da muda, para que ela fique bem firme. Em seguida, faça uma rega generosa. 

Como a atemoia aprecia clima tropical e úmido, posicione o vaso em um local que receba luz solar direta por algumas horas e faça regas frequentes, sobretudo nos períodos mais quentes, como verão e primavera. 

Quer cultivar mais frutíferas em pequenos espaços? Clique aqui e conheça 12 opções que se adaptam bem ao cultivo em vaso!

Mudas frutíferas

Na Plantei Garden Center (clique aqui e confira na loja) você encontra frutíferas para cultivar em vasos ou em pomares domésticos. São dezenas de opções de mudas: acerola, lichia, manga, atemoia, cereja, mirtilo, pitaya, limão, jabuticaba, noni, romã, pêssego, pêra, abacate, tamarindo, pitomba, fruta do milagre e muito mais! 

mudas frutíferas - comprar online

Comments

comments

Comentários (0)

Deixe uma rsposta

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo