Lendo agora
Plantio de frutíferas: guia para iniciantes

Plantio de frutíferas: guia para iniciantes

Seja no pomar, no quintal ou até mesmo em vasos, o plantio de frutíferas é uma ótima prática para cultivadores que gostam de produzir alimentos!

Afinal, ter acesso as frutas da época na sua casa ou sítio garante ótimas experiências, como mais sabor à mesa e economia no mercado.

Neste artigo, vamos apresentar dicas para quem está começando com as frutíferas e quer ter uma boa colheita. Boa leitura!

Como plantar frutíferas: primeiros passos

Para iniciar o plantio de mudas frutíferas não é preciso ter um espaço tão amplo quanto se imagina, mas, dependendo da espécie, ela apresenta um crescimento melhor quando cultivada diretamente no solo do que em vasos.

É importante saber que os cuidados oferecidos vão impactar diretamente no desenvolvimento das mudas, no tempo para a primeira colheita e também na qualidade e até no sabor das frutos.

Vamos aos detalhes que não podem passar despercebidos!

1 – A escolha da muda

Se você vai iniciar o plantio de frutíferas adquirindo mudas prontas, é muito importante verificar se elas estão saudáveis. De modo geral, elas devem estar firmes, com algumas folhas e ter, ao menos, 30 centímetros, mas pode variar de acordo com a espécie.

Observe, também, se a muda está livre de pragas e de fungos. Quando a compra é feita online, leia atentamente as informações da descrição e fique atento(a) ao comprimento da muda e a forma como foi produzida, que pode ser por semente, alporquia, enxertia ou estaquia.

mudas frutíferas

2 – Tipos de solos

Se você pensa em ter um pomar no sítio, por exemplo, busque entender melhor sobre o tipo de solo da sua região, assim você escolhe opções de frutíferas que têm a mesma preferência das condições oferecidas no seu espaço de plantio.

Há frutíferas que se desenvolvem bem em solos ricos e férteis, outras espécies se adaptam melhor a solos mais arenosos.

Também é muito importante escolher um local com boas condições de drenagem para que as raízes não apodreçam, afetando o crescimento da frutífera.

Como alguns tipos de frutíferas podem ser cultivadas em vasos, é importante fornecer o solo adequado para a espécie escolhida. Um exemplo: se a muda exige solo fértil e rico em matéria orgânica, a terra para plantio pode ser preparada com húmus de minhoca.

como plantar mirtilo
O solo ideal para o cultivo de mirtilo, por exemplo, é ácido (pH 4,5 ou 5,5) e deve ser rico em matéria orgânica.

3 – Clima

Outro item importante para o desenvolvimento pleno das frutíferas é escolher opções adequadas ao clima da sua região, que pode ser mais seco, ameno, úmido, entre outros.

Esse é o motivo pelo qual, quando pensamos no consumo diário, em cada região do Brasil temos frutas diferentes. Como todas as árvores, elas também têm suas preferências de temperatura e nível de umidade, que pode ser mais alta ou baixa.

4 – Período de plantio

Além das preferência de solo e clima, as mudas frutíferas também têm épocas de plantio diferentes, que variam de mês a mês e pode ser diferente a depender da região do país, já que as condições climáticas são diferentes.

Inúmeras frutíferas não toleram bem os períodos de frio intenso ou geadas, portanto, quase sempre essa não é uma boa época para o plantio. Porém, as frutíferas de caroço, como macieira e o pessegueiro, apreciam temperaturas mais baixas, como outono ou início do inverno.

frutíferas de caroço

👉 Atenção: mudas frutíferas adquiridas com fornecedores especializados estão sujeitas à diversos tipos de cuidados fitossanitários, como regas padronizadas, iluminação moderada, adubações constantes e monitoramento diário. Por esse motivo, ao adquirir uma muda, pergunte ou pesquise pelas orientações de cuidados iniciais.

Uma dica interessante é fazer a adaptação da muda frutífera ao sol aos poucos, assim ela não sofre com queimaduras nas folhas.

5 – A escolha do local

Para pomares no sítio ou em quintal, é importante verificar a incidência de ventos e as condições de luminosidade. A maioria das frutíferas necessita de sol pleno por, pelo menos, meio período diariamente. A pitaya, por exemplo, precisa de iluminação direta por 10 horas para ter um desenvolvimento saudável.

como plantar pitaya
A pitaya necessita de iluminação direta e pouca água para ter um crescimento saudável.

Em pomares, outros pontos importantes são a disponibilidade de água e a facilidade de acesso ao plantio.

Quando o cultivo é feito em vasos, a necessidade de sol é ainda maior. Portanto, eles devem ser posicionados nos locais que favoreçam a luminosidade para a planta. No caso das mudas, também é importante protegê-las de geadas e ventos muito fortes.

Cuidados e manutenção

Agora que você já aprendeu o básico, vamos as dicas de cuidados contínuos que você deve ter com suas árvores frutíferas.

Regas

Devem ser realizadas constantemente, de acordo com a preferência das espécies que foram plantadas. A maioria das frutíferas gosta de solo úmido, mas nunca encharcado.

Pomares e plantios realizados em quintais recebem água da chuva, mas devem receber irrigação regular em períodos de seca. Plantio de frutíferas em vasos exigem outros cuidados, como cuidados com a drenagem, que podem ser resolvidos no momento de preparar o vaso.

Podas

Esse é um dos processos mais importantes de manutenção das frutíferas.

As podas são necessárias para floração e, consequentemente, produção de bons frutos; favorecem em uma produção melhor e mais abundante, conduzem a planta da forma desejada, suprimem galhos doentes ou mortos e auxiliam na regulação de alternâncias das safras, que impacta em colheitas médias com regularidade.

As frutíferas devem ser podadas no inverno, pois neste período a árvore não estará em processo de produção de folhas e frutos, que caracteriza o período de dormência, tornando o processo mais fácil. Se o objetivo for retardar o crescimento de uma árvore, a poda deve ser feita no início do verão.

Há 4 quatro principais tipos de poda – formação, limpeza, verde e de frutificação – e, neste post, explicamos em detalhes sobre cada uma delas.

plantio de frutíferas

Adubação

A adubação para árvores frutíferas é recomendada de seis em seis meses.

Pode ser realizada a partir de adubos orgânicos, que são os obtidos por meio de matéria vegetal ou animal e aumentam a produtividade e contribuem com a biodiversidade do solo. Exemplos: estercos, farinhas de ossos, húmus de minhoca, farelos, cascas e restos de vegetais.

Outra opção são os adubos químicos, derivados de minerais ou do petróleo. Eles são de rápida absorção e resultam em um desenvolvimento acelerado dos cultivos.

Clique aqui e saiba mais sobre como adubar suas plantas.

Frutíferas em vaso: dicas e sugestões

Árvores frutíferas cultivadas diretamente no solo, principalmente as mais rústicas, não necessitam de tantos cuidados quanto as que são plantadas em vaso. É preciso ter mais atenção, mas não é impossível ter o seu pequeno pomar. Veja, abaixo, as nossas dicas!

Escolha do vaso e local

Um dos cuidados mais importantes ao plantar frutíferas em vasos é a profundidade.
O vaso precisa ter, no mínimo, 20 litros de terra, para que as raízes possam se expandir. Algumas espécies precisam de ainda mais espaço para se desenvolver corretamente.

O local em que o vaso será posicionado também deve ser escolhido com cuidado. As frutíferas nessas condições precisam de, no mínimo, 4 horas de sol pleno, diariamente. Enquanto a muda ainda for pequena, fique atento(a) aos ventos muito fortes e exposição à geadas, que podem prejudicar o desenvolvimento.

jabuticabeira em vaso
Jabuticabeira em vaso. Imagem: Cris (cliente da Plantei).

Preparo do solo e drenagem

O solo para o plantio de frutíferas em vaso deverá ser constituído com uma mistura de 50% de terra orgânica e 50% de areia média de construção (areia lavada). O húmus de minhoca também pode ser acrescentado à mistura.

Mas, antes de adicionar a terra, cuide da drenagem do vaso, para evitar acúmulo de água e apodrecimento das raízes. A camada de drenagem facilita o escoamento da água e pode ser feita com cascalhos, argila expandida e outros materiais que não liberam substâncias tóxicas.

Veja o passo a passo clicando aqui.

Escolhendo a frutífera

Há muitas opções de frutíferas que podem ser cultivadas em vaso. Confira, abaixo, algumas opções, características e períodos de produção.

1 – Lichia

plantar lichia em vaso

Veja também
plantar beterraba

O primeiro passo para plantar lichia é ter um vaso compatível com o porte dessa espécie. Indicamos os de 40 litros ou mais, para que ela se desenvolva bem. Lembre-se de posicionar o vaso em um local que receba muita luz solar. A lichia precisa de 4 horas diárias de luz solar direta.

O plantio deve ser feito quando o clima estiver úmido. O ideal é que a planta passe por um clima seco e frio antes de entrar no período de florescimento.

A frequência de regas também merece atenção: é importante não esquecê-las! A terra não pode ficar seca. Outro ponto de atenção são as adubações, que influenciam no sabor dos frutos e devem ser feitas a cada 3 meses.

Clique aqui e veja outras dicas para cultivar lichia em vaso.

2 – Olho de dragão / longan

A longan, conhecida pelo nome popular de “olho de dragão” é uma fruta muito saborosa. O nome popular vem por causa de sua semente única, arredondada e brilhante.

Assim como a lichia, o plantio da longan deve ser feito, preferencialmente, nos períodos chuvosos. O vaso também precisa ser compatível com o porte da frutífera, e precisa estar em um local que receba luz solar direta por pelo menos 4 horas diárias.

Um cuidado especial com a longan é a poda de condução. Recomendamos que você corte os ramos secos e mal formados, para que essa frutífera tenha um bom desenvolvimento em vasos.

Clique aqui para saber mais sobre a longan (olho de dragão).

3 – Abacate

como plantar abacate

O abacateiro é considerado uma frutífera mais rústica, se desenvolve bem no quintal e até mesmo em vasos, desde que bem cuidado. O preparo do solo é o mesmo para outras frutíferas: rico em matéria orgânica e adubado com frequência!

No outono, lembre-se de fazer a poda no abacateiro, para facilitar a entrada de luz solar nos galhos. No caso de mudas de abacateiros enxertadas e bem cuidadas, a produção de frutos começa de um a dois anos após o plantio.

Veja mais dicas sobre cultivo de abacate e transplante de mudas clicando aqui.

4 – Amora

O segredo para cultivar amoreiras em vaso é a alta exposição a luz solar direta!

Para iniciar o cultivo da amora você também precisa de um vaso profundo. Essa frutífera é rústica, resistente e se adapta a vários tipos de solo. A dica é preparar o vaso seguindo as dicas que apresentamos para as outras frutíferas.

As regas devem ser constantes, para manter o solo da amoreira sempre úmido. Os primeiros frutos começam a surgir um ano e meio após o plantio. De forma geral, o período de frutificação aqui no Brasil ocorre entre setembro e novembro.

Clique aqui e conheça mais 12 opções de frutíferas para cultivar em vasos!

Como comprar mudas frutíferas online?

  • Verifique o tamanho
  • Veja qual o tipo de produção da muda: alporque, enxerteia, estaca ou semente.
  • Compre mudas prontas para o plantio
  • Pesquise por lojas confiáveis, com selos de qualidade e atendimento rápido

comprar mudas frutíferas online

A Plantei, maior garden center online do Brasil, comercializa mudas frutíferas de diferentes tipos. Confira algumas opções:

  • Jambo vermelho: ideal para locais mais quentes, pois a árvore não suporta muito o frio. Oferece uma ótima sombra e uma bela floração. A muda segue para sua casa pronta para o plantio, com, no mínimo 45 centímetros do torrão até a ponta. Ela produz em, aproximadamente, 3 anos.
  • Bacupari: é uma árvore de pequeno porte, que chega a atingir entre 4 e 6 metros de altura.O fruto contém uma polpa comestível e com sabor adocicado. A muda é feita por semente e a produção começa a partir de 2 anos.
  • Cereja de Madagascar: produz frutos pequenos e arredondados de polpa macia e suculenta. A espécie pode atingir de 2,5 a 3 metros quando adulta. A muda é enviada com, no mínimo, 50 centímetros (do torrão à ponta) e produz em, aproximadamente, dois anos.
  • Caqui rama forte: gera frutos doces e suculentos. Essa árvore frutífera pode chegar a 12 metros de altura. A muda é feita de enxerto e, geralmente, produz em 1 ano.

Mudas frutíferas produzindo

As jabuticabeiras híbridas comercializadas na loja virtual da Plantei são ótimas opções de frutíferas que já estão produzindo. Elas são menores, atingindo até 3 metros e produzem frutos de forma precoce, várias vezes ao ano.

Elas são curadas em potes, ou seja, já são desenvolvidas para o cultivo em vasos. Esse método facilita o transplante para o vaso definitivo e diminui o estresse durante o transporte.

jabuticabeira hibrida

Comments

comments

Comentários (0)

Deixe uma rsposta

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo