Lendo agora
Hera: como cuidar dessa planta tão versátil

Hera: como cuidar dessa planta tão versátil

hera

A hera é uma planta que encanta pela beleza e também pela versatilidade. Afinal, ela pode ser cultivada para diferentes finalidades: na forração de canteiros em espaços abertos, contribuindo com o paisagismo e criação de ambientes mais verdes; em vasos suspensos, já que criam um belo efeito pendente e também como trepadeiras, em cercas ou na cobertura de pergolados.

Neste artigo vamos explicar quais são os cuidados necessários para cultivá-la e suas preferências de solo, regas e luz. Confira!

Hera: grupo de plantas

hera trepadeira em muro
Hera crescendo fixada ao muro exposta à meia-sombra. Imagem: Pixabay.

Você pode encontrar inúmeras variedades de heras, que variam no tamanho das folhas e coloração. Todas são belíssimas e consideradas fáceis de cultivar, pois se adaptam a diferentes climas!

Outra vantagem de ter essa planta é o uso para diferentes finalidades, principalmente para fins paisagísticos e na decoração de ambientes.

Nas áreas internas, como salas e escritórios, a hera se adapta muito bem, desde que receba luz por algumas horas. Inclusive, ela se tornou uma “planta do momento” nos últimos meses, principalmente na decoração de apartamentos.

Por ser uma planta pendente, o uso em vasos suspensos fica lindo! A escolha do cachepô vai fazer toda a diferença: explore cores e materiais que combinem com outros elementos do espaço. Há opções suspensas em madeira, macramê e vasos coloridos que ficam incríveis na decoração quando são colocados em tripés ou suportes de chão.

Nas áreas externas, como varandas e quintais, a hera é ótima como forração de canteiros e também para cobrir pergolados, criando uma área sombreada. Por ser uma espécie trepadeira, ela vai se enroscando na estrutura. Uma das formas de direcioná-la para o caminho desejado é usar fios de arame ou estacas.

Solo

Para cultivo em vasos, use a receita: terra vegetal, terra comum e areia de construção, na proporção de 1:1:1. Adicione húmus de minhoca para garantir um solo rico em matéria orgânica e fértil. Dessa forma, a hera se desenvolverá melhor.

Não se esqueça da camada de drenagem! Você pode fazê-la com brita ou argila expandida, colocando-as antes de inserir o substrato ou terra no vaso. A hera não tolera solos encharcados, portanto, é importante que a água escoe com facilidade.

Luminosidade

As heras são plantas que se adaptam bem a diferentes contextos e espaços. Podem ser cultivadas a sol pleno ou meia-sombra, ou seja, em espaços abertos e ensolarados ou em ambientes internos, como salas e escritórios.

E é a exposição à luz que influencia na coloração das folhas. Por isso, se você posicionar o vaso da hera em um espaço interno que receba pouca iluminação, as folhas vão ficar integralmente verdes, perdendo os tons mais claros que aparecem no centro ou nas bordas.

hera planta
loja plantei

Regas

Devem ser regulares, sendo de aproximadamente 3 vezes por semana, mas com atenção para o clima da região. Nos períodos mais quentes, faça regas mais frequentes e nos mais frios, regas espaçadas.

Veja também

A nossa dica é verificar a condição do substrato com a ponta dos dedos e mantê-lo sempre úmido, mas sem encharcar a planta.

No canal da Plantei no YouTube você pode conferir um vídeo falando sobre a hera. Dê o play e aprenda mais:

Poda da hera

A hera pode receber a poda de tutoramento, que conduz a planta para onde o cultivador prefere. Caso contrário, ela vai percorrendo o próprio caminho e se agarra às estruturas ou até mesmo às plantas que são próximas.

Outra poda recomendada é a de limpeza, na qual você deve retirar as folhas que estiverem secas ou amareladas.

Agora que você já aprendeu tudo sobre o cultivo da hera, veja a nossa página de materiais gratuitos e faça o download dos nossos e-books para ficar expert em cultivo!

plantas de sol

Comments

comments

Comentários (0)

Deixe uma rsposta

Your email address will not be published.


© 2020 Blog da Plantei. Todos os Direitos Reservados.
Voltar para o topo